skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

A equipe de psico-oncologia da ABRALE pode ajudar gratuitamente

Sabemos que o ser humano é uma interação entre todos os aspectos que o compõem. Assim, entendemos que os tratamentos não podem ficar restritos apenas ao corpo.

Por esse motivo, o Departamento de Psicologia da ABRALE oferece diferentes formas de apoio psicológico, que têm por objetivo a saúde global, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas e o reforço aos resultados dos tratamentos médicos.


AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA COM PSICÓLOGO GRATUITO

Em uma entrevista individual, nossos psicólogos especializados buscam compreender as expectativas e necessidades de cada pessoa a fim de orientar o foco do trabalho terapêutico, se for necessário.

A partir da avaliação psicológica,é estabelecido o plano de cuidados, que pode consistir em psicoterapia individual, em orientações específicas ou em encaminhamentos para projetos internos ou externos.

Para que o paciente ou cuidador tenha acesso ao atendimento psicológico na Abrale, é necessário agendar um horário com o psicólogo e a entrevista de avaliação tem duração de um ou dois encontros.


PSICO-ONCOLOGIA | PSICOLOGIA GRATUITA

Baseada nas informações levantadas durante a avaliação psicológica, o psicólogo da nossa equipe define juntamente com o paciente um foco a ser trabalhado, o objetivo do processo terapêutico.  Também é planejado o número de encontros terapêuticos, entre 8 e 12 sessões, que acontecem uma vez por semana.  Em casos especiais, o número de semanas e a frequência dos encontros pode mudar. Ao final do processo, são verificados os resultados alcançados.


ATENDIMENTO PSICOLOGICO GRATUITO

Programas como assistência psicológica online e assistência psicológica por e-mail, são modalidades de assistência psicológica diferentes das psicoterapias. E a psico-oncologia está também inserida nesse contexto.

 


PSICOLOGO ONLINE | ATENDIMENTO PSICOLOGICO ONLINE

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) publicou a Resolução CFP nº 11/2018, que atualiza a Resolução CFP nº 11/2012 sobre atendimento psicológico on-line e demais serviços realizados por meios tecnológicos de comunicação à distância.

Antes denominado como “Orientações Psicológicas de diferentes tipos realizados em até 20 encontros ou contatos virtuais” agora considerados como “consulta e/ou atendimentos psicológicos”, ressaltando que no presente momento, não há mais uma limitação no número de sessões.

(https://site.cfp.org.br/cfp-publica-nova-resolucao-sobre-atendimento-psicologico-online/)

Você paciente e/ou cuidador que reside em outro estado, pode realizar o atendimento psicológico online!

QUERO AGENDAR UMA CONSULTA COM A EQUIPE DA PSICOLOGIA

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR EM PSICO-ONCOLOGIA?

Apesar de todo o conhecimento e informações, o câncer ainda é repleto de estigmas e dúvidas acerca do que é o diagnóstico e suas características.

O impacto do diagnóstico oncológico e a realização de procedimentos invasivos durante o tratamento podem desencadear desequilíbrios emocionais, tanto no paciente quanto em sua família, trazendo sentimentos como medo, ansiedade, angústia, raiva e tristeza.

Após ser diagnosticado, a vida do paciente e de seus familiares passa por grandes mudanças como alteração nas atividades do dia-a-dia, consultas, exames, assuntos relacionados à questões financeiras, medicações de alto custo, o que demonstra a importância do apoio psicológico diante das dificuldades que precisam ser ouvidas e acolhidas.

A psicologia oncológica é uma especialidade dentro da Psicologia da Saúde, que representa a área entre a Psicologia e a Oncologia e atua justamente nas necessidades dos pacientes oncológicos.


COMO A PSICOLOGIA ONCOLÓGICA PODE AJUDAR O PACIENTE ONCOLÓGICO E SUA FAMÍLIA?

SUPORTE EMOCIONAL DIANTE DO DIAGNÓSTICO:

Esta é uma fase marcada por angústia e ansiedade, afinal, após um período de expectativas e exames considerados complicados, receber o diagnóstico não é nada fácil.

No momento inicial do tratamento tudo é novo e fica muito difícil compreender as informações de uma só vez.

O psico-oncologista pode ser muito importante para auxiliar o paciente e familiares a se adaptarem a esta nova realidade. Aos poucos, todos poderão se sentir mais fortalecidos para passar por esta situação da melhor maneira possível.

É fundamental lembrar que cada um de nós reage de maneiras diferentes! Portanto, a psicoterapia vai ajudar o paciente e o cuidador neste momento, a desenvolver uma melhor habilidade no enfrentamento desta situação.


SUPORTE EMOCIONAL DURANTE O TRATAMENTO:

O tratamento do câncer pode ser muito desgastante e estressante, uma vez que envolve internações prolongadas, idas ao hospital, visitas ao médico e mudanças físicas. Em alguns casos os efeitos colaterais do tratamento também causam desconforto e, aliado a tudo isso, ainda é necessário resolver assuntos da vida cotidiana ao mesmo tempo.

Lembrando que a família que acompanha o paciente, também passa por várias transformações desde o diagnóstico. Para eles, tudo é muito novo, as informações, os locais, as pessoas, e os cuidadores têm o seu próprio tempo e ritmo para aprender a lidar com este novo cenário.

Em maior ou menor grau, o paciente pode apresentar dificuldades ao enfrentar estas situações. O trabalho da Psico-oncologia pode facilitar o manejo dos tratamentos médicos propostos, promovendo uma melhor bem-estar e qualidade de vida durante este período.


SUPORTE EMOCIONAL NO TÉRMINO DO TRATAMENTO E REINSERÇÃO SOCIAL:

Na maioria das vezes as pessoas interrompem os estudos e/ou o trabalho enquanto estão realizando o tratamento. Após a alta, normalmente estão aptos para voltar à rotina e este é um momento muito delicado, cercado de expectativas e ansiedade.

Em alguns casos os pacientes podem apresentar algum tipo de sequela causada pela doença e precisam aprender a lidar com estas limitações. Algumas pessoas, por exemplo, ainda não conseguem voltar para o mesmo local em que estudavam/trabalhavam e precisam enfrentar novas maneiras de buscar a inserção no mercado de trabalho.

Situações como estas fazem com que o apoio psicológico, unindo psicologia e oncologia, neste momento seja tão importante quanto o realizado durante o tratamento. O profissional ajudará o paciente a lidar com as situações do dia a dia, e também com a ansiedade presente nas consultas para acompanhamento e exames de controle – afinal, mesmo em alta, é muito comum ter o medo de a doença voltar.

O apoio psicológico também deve ser realizado diante de casos que não tenham uma proposta de cura e a convivência com a doença crônica, que muitas vezes necessita de uma adaptação à nova realidade.

Back To Top