Menu
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Superar: “A força dela foi fundamental”

  

Imagem Ludmila
Superar. Esse deve ser o foco. Se você já tratou ou ainda está tratando um câncer, superar deve ser sua meta. Não necessariamente superar a doença, mas se superar e acreditar acima de tudo!

Superar. Esse deve ser o foco e sua meta. Se você já tratou ou ainda está tratando um câncer. Não necessariamente superar a doença, mas se superar e acreditar acima de tudo!

Veja como Amanda superou:

Maria Almeida é mãe da Amanda, paciente de 13 anos que venceu um linfoma de Hodgkin

Tudo começou em dezembro de 2016, quando observei uma espécie de caroço no pescoço da Amanda. Inicialmente pensei que poderia ser uma inflamação, então seguimos com a nossa viagem. Mas assim que voltamos, decidi levá-la ao Hospital Grajaú.

Os médicos a examinaram e já pediram para que procurássemos o Hospital Darcy Vargas, especializado no tratamento do câncer infantil. Ali, já percebemos que a situação era grave.

Após diversos exames, o diagnóstico veio rápido: ela tinha um linfoma de Hodgkin. Receber a notícia de um câncer não é fácil, mas a Amanda sempre se mostrou uma pessoa muito forte, o que foi fundamental para a melhora dela.

Linfoma tem cura!

Após dois ciclos de quimioterapia, já não conseguíamos mais ver os nódulos no pescoço, o que nos alegrou muito. Hoje, o tratamento já foi finalizado e tudo ocorreu bem, sem nenhuma internação ou volta dos sintomas. Agradecemos muito a todos que nos ajudaram e esperamos que no futuro nada mais ocorra e que nossa família seja cada vez mais feliz.

 

Veja outras histórias da “Superar”. Marcos conta como foi a sua jornada aqui

Para saber mais sobre o linfoma de Hodgkin clique aqui

Deixe um comentário

  Receba um aviso sobre comentários nessa notícia  
Me avise quando