skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

Filho corta o cabelo junto com a mãe que luta contra leucemia e vídeo repercute na web: ‘Juntos até o fim’

Josimar Santana de Paula decidiu raspar o cabelo para homenagear e agradecer Cristiane Santana Fernandes por tudo o que ela fez pelos filhos. Família mora em Praia Grande, no litoral paulista

‘Foi uma prova de amor’. É assim que o promotor de vendas Josimar Santana de Paula, de 29 anos, define o gesto feito enquanto cortava o cabelo da mãe, diagnosticada com leucemia linfocítica crônica no fim de 2020. O jovem de Praia Grande, no litoral de São Paulo, decidiu cortar o próprio cabelo para homenagear e agradecer a diarista Cristiane Santana Fernandes, de 47 anos, por tudo o que ela fez pelos filhos. O vídeo da ação foi publicado nas redes sociais e repercutiu entre internautas.

Em entrevista ao G1, Josimar contou que a mãe recebeu o diagnóstico de leucemia em outubro do ano passado. A notícia da doença foi um momento difícil para a família. ‘Foi um choque, a gente não espera pela doença. É algo que, infelizmente, dá até medo de falar, porque tem pessoas que não aguentam e vêm a óbito. O tratamento é muito forte, tem que ser guerreiro para aguentar’, diz.

Por conta da quimioterapia, Cristiane havia pedido para o filho cortar o cabelo dela, e segundo o promotor, ele já pensava em cortar o cabelo junto com a mãe.

‘Desde a última semana, ela estava pedindo para eu cortar o cabelo dela, mas eu estava enrolando para deixar cair sozinho. Na sexta-feira [9], ela pediu, e eu disse que iria cortar. Já estava pensando em fazer, ela foi tudo em nossas vidas, por que eu não poderia fazer isso por ela?’, explica.

Segundo o jovem, assim que começou a cortar o cabelo dela, Cristiane não parava de chorar. ‘Ela estava chorando a todo tempo enquanto eu cortava, então, comecei a raspar o meu, e falei para ela: ‘mãe, estou junto contigo”, lembra. De acordo com o promotor, ela tentou impedir, mas ele se manteve firme e argumentou que a atitude era uma forma de agradecimento. ‘É uma história de vida, parece que passou um filme na minha cabeça de tudo o que a gente já viveu’.

Josimar faz questão de ressaltar que a mãe é uma guerreira. Segundo ele, ela trabalhou como catadora de material reciclável para sustentar quatro filhos. ‘Ela é uma pessoa muito batalhadora, não tinha nada, pegou uma carrocinha e foi trabalhar. Minha mãe nunca abusou da gente, sempre nos deixou estudar, ela é o meu espelho, foi mãe e pai ao mesmo tempo. Se eu sou esse homem hoje, é porque ela me ensinou’, comenta.

Para Cristiane, a atitude do filho despertou uma mistura de sentimentos. ‘Senti um negócio no coração. Me senti feliz, mas não queria que ele cortasse o cabelo. Sei que foi uma prova de amor por mim. Eu gostei, porque agora estamos nós dois carecas’, diz. De acordo com ela, Josimar é um grande parceiro e tem dado suporte em todos os momentos. ‘Onde eu estou ele está junto. É ele quem me ajuda, me leva para o hospital, fica lá comigo’, conta.

Assista o vídeo completo aqui.

Tratamento

Atualmente, Cristiane faz quimioterapia em um hospital em Santos para tratar a leucemia. Por morar em Praia Grande, o rapaz conta que a mãe precisa ficar uma semana internada, pois a família não consegue custear a ida e volta para casa. ‘Ela faz quimioterapia uma semana sim e uma não. Como não consegue andar de ônibus, fica internada e depois volta para casa’, diz.

Cristiane diz que a pior parte de estar doente é não conseguir mais trabalhar. ‘É ruim ser uma pessoa que sempre trabalhou e ficar em cima de uma cama. Eu fico ‘doidinha’ quando interno, me preocupo com a situação da minha casa, não gosto de ver as coisas faltarem’. A diarista deu entrada no INSS para receber o auxílio doença, mas a perícia ainda não foi liberada.

Apesar das dificuldades, ela ressalta que o atendimento no hospital é excelente. ‘Eu gosto dos meus médicos, eles são uns amores. São todos novos, quando acabar essa pandemia, eu quero abraçar eles, eu amo todos. Se eu tivesse dinheiro, daria presente para todos’, conta.

Leucemia

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a leucemia é uma doença maligna, dos glóbulos brancos, geralmente de origem desconhecida. Tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.

De acordo com o instituto, a medula óssea é o local de fabricação das células sanguíneas, e ocupa a cavidade dos ossos, que é popularmente conhecida por tutano. Nela, são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos, aos glóbulos vermelhos e às plaquetas.

Conforme informado pelo INCA, existem mais de 12 tipos de leucemia, sendo que os quatro primários são a leucemia mielóide aguda (LMA), a leucemia mielóide crônica (LMC), leucemia linfocítica aguda (LLA) e a leucemia linfocítica crônica (CLL).

 

Fonte:   / 

Back To Top