skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

O que é a Radioterapia?

A radioterapia é um tipo de tratamento que utiliza radiações ionizantes para eliminar as células anormais de um tumor ou, pelo menos, impedir sua proliferação.

Durante a radioterapia, algumas células normais também podem ser atingidas e sofrer danos. Mas, neste tipo de tratamento, as células normais têm maior capacidade de se recuperar dos danos causados pela radiação.


Radioterapia como funciona

Nas últimas décadas, a radioterapia passou por muitas inovações, tornando possível levar doses maiores e mais concentradas aos tecidos tumorais e poupar ao máximo os tecidos normais.

Como é feita a Radioterapia | Tipos de Radioterapia:

Radioterapia externa – também conhecida como radioterapia convencional, ela consiste na irradiação de um determinado tumor com um feixe de radiação externo (a longa distância). Esta é a forma mais utilizada em cânceres do sangue e é a energia de radiação que pode atingir tecidos do corpo mais superficiais ou profundos – seja este câncer na pele ou no tórax, por exemplo.

Radioterapia interna – também chamada por braquiterapia, ela trata com feixes de radiação a curta distância. Neste caso, o material radioativo é colocado próximo à lesão tumoral, por meio de alguns instrumentos específicos, como o implante radioativo ou uma solução líquida por meio de injeção intravenosa.

É muito importante deixar claro que, quando o paciente realiza o tratamento com radioterapia, não fica radioativo e pode ter contato com outras pessoas normalmente.


Efeitos colaterais da Radioterapia

O tratamento com radioterapia, ainda que muito eficiente na luta contra o câncer, infelizmente ainda apresenta alguns efeitos colaterais. São eles: mucosite, náuseas e vômitos, pele avermelhada, fadiga e infecções e sangramentos. Para saber como minimizar veja abaixo algumas dicas úteis.

Efeitos da Radioterapia | Radioterapia dói?

Durante a radioterapia o paciente não sentirá nenhuma dor. Mas é possível que a pele apresente vermelhidão, ardor e até mesmo escureça. Lave sempre com sabão suave e água morna e não aplique cosméticos sem a aprovação da equipe médica. Não esfregue e nem coce a região e também não aplique compressas frias ou quentes. As marcas de tintas que posicionarão o local da irradiação não podem ser retiradas. Caso saiam, não retoque!


Como será a minha Radioterapia?

A dose de radiação pode variar para cada tipo de câncer, ou até mesmo para o mesmo tipo de câncer. Lembre-se: somos todos diferentes e nossos organismos reagem de maneira diferente aos tratamentos!

Veja abaixo uma lista de dicas para combater e como amenizar os efeitos colaterais da Radioterapia

A quimioterapia, pode trazer alguns efeitos adversos ao paciente, mas é importante entender que é possível amenizá-los, seja com medicamentos ou até mesmo com a alimentação.

Aqui vão algumas dicas para te ajudar neste momento:

Contra náuseas e vômitos:

  • Prefira alimentos frios ou gelados e diminua ou evite o uso de temperos fortes na preparação dos alimentos
  • Coma pequenas porções várias vezes ao dia

Contra a diarreia:

  • Aumente a ingestão de líquidos, como água, chá, suco
  • Evite alimentos laxativos, como doces concentrados, leite de vaca, creme de leite, manteiga, queijos, verduras, cereais e pães integrais, além de frutas como mamão, laranja, uva e ameixa preta

Contra a obstipação (prisão de ventre):

  • Evite o consumo de cereais refinados (arroz branco, farinha de trigo refinada, fubá, semolina, amido de milho, polvilho)
  • Substitua alimentos pobres em fibras por alimentos ricos nesse nutriente (ex.: feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja, arroz integral, linhaça, aveia…)
  • Beba muita água

Contra a mucosite

  • Evite alimentos picantes e salgados com temperos fortes e alimentos ácidos (ex.: limão, laranja pera, morango, maracujá, abacaxi e kiwi)
  • Consuma preferencialmente alimentos macios ou pastosos (ex.: creme de espinafre, milho, purês, pães macios, sorvetes, flans, pudins e gelatinas) e também alimentos frios/gelados

Contra a xerostomia (boca seca)

  • Beba líquidos em abundância (ex.: água, chá, suco, sopa)
  • Aumente a ingestão de alimentos ácidos e cítricos
  • Evite alimentos ricos em sal
  • Chupe cubos de gelo ao longo do dia
  • Utilize pomadas industrializadas (“salivas artificiais”) antes das refeições

Imunidade baixa:

Pode facilitar o surgimento das infecções. A febre é o aviso de que um processo infeccioso está começando, então não deixe de procurar o médico.

Back To Top