skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

Você está na sessão de Linfoma de Manto, para ver sobre outros Linfomas CLIQUE AQUI

Fotomicrografia de um linfoma de células do manto
Fotomicrografia de um linfoma de células do manto

O Linfoma do Manto é um subtipo raro de linfoma não-Hodgkin de células B, e que na maioria das vezes pode ser do tipo indolente, o que corresponde a cerca de 4% a 8% do total de casos, porém de modo geral, costuma apresenta-se em estádios avançados (III-IV).

O Linfoma de células do manto tem um predomínio no sexo masculino e a expressão da ciclina D1 está presente na maioria dos casos (90%). A ciclina D1 forma uma ligação com o complexo CDK, que por sua vez, leva à progressão do tumor. A maior faixa de idade para o aparecimento do Linfoma de células do manto é entre 60-65 anos.


O LINFOMA DO MANTO TEM ORIGEM EM UMA MUTAÇÃO

O Linfoma Do Manto é proveniente de uma mutação do IGHV SOX-11 das células B, o que ocorre é que isso desenvolve uma forma leucêmica não nodal (sem nódulos), o que compromete o sangue periférico e, geralmente, é de curso indolente (lento). Porém, quando existe expressão de TP53, o comportamento torna-se agressivo, e necessita-se de tratamento imediato. Portanto, existem dois tipos de comportamentos: um indolente, que é de crescimento lento, e outro agressivo, que apresenta crescimento rápido.

Em geologia, manto significa a camada da estrutura da Terra. Essa camada fica diretamente abaixo da crosta, prolongando-se em profundidade até o limite exterior do núcleo terrestre. Então, o linfoma do manto é chamado assim, porque as células tumorais se originam na “zona do manto”, do nódulo linfático. 

Back To Top