skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

EXISTEM FATORES DE RISCO? E O QUE CAUSA LEUCEMIA LINFÓIDE AGUDA?

Na maioria dos casos, não está claro o que causa as alterações genéticas que levam à LLA. Os pesquisadores estão tentando entender por que essas mudanças ocorrem e como essas mudanças se desenvolvem na LLA.

Nem todos os pacientes com LLA têm as mesmas mutações genéticas e algumas alterações são mais comuns do que outras. Geralmente, as mutações do DNA (ácido desoxirribonucleico) associadas à LLA ocorrem durante a vida de uma pessoa, em vez de serem herdadas de um dos pais.

Existem alguns fatores de risco conhecidos para LLA. Um “fator de risco” é qualquer coisa que aumenta a chance de uma pessoa desenvolver uma doença. Ter um fator de risco, no entanto, não significa que uma pessoa desenvolva a doença. A LLA não é contagiosa.


Embora a causa seja desconhecida, vários fatores estão associados a um aumento do risco de desenvolver a LLA, inclusive:

  • Exposição à quimioterapia e radioterapia: pessoas que tiveram certos tipos de quimioterapia e radioterapia podem ter um risco aumentado de desenvolver LLA
  • Distúrbios genéticos: Algumas doenças genéticas, particularmente a Síndrome de Down. Embora raras, outras condições genéticas foram categorizadas como fatores de risco para LLA. Estas incluem neurofibromatose, Síndrome de Klinefelter, anemia de Fanconi, Síndrome de Shwachman-Diamond,

Síndrome de Bloom e Ataxia Telangiectasia

  • Idade: Crianças, adolescentes ou adultos com mais de 70 anos correm maior risco de desenvolver LLA
  • Gênero: Os homens são mais propensos a desenvolver a LLA do que as mulheres
  • Raça/Etnia: Nos Estados Unidos, a LLA é mais comum em hispânicos e brancos
Back To Top