skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

SAIBA TUDO SOBRE A ANEMIA APLÁSICA

Consultoria Dra. Érika Midori

Antes de entender a Anemia Aplásica, é muito importante saber o que é e como funciona a medula óssea. E você já vai saber o porquê.

A medula óssea é o tecido encontrado no interior dos ossos, também conhecido popularmente por tutano. Sua função é produzir células tronco, ou seja, células jovens que têm a capacidade de se diferenciar em diversas linhagens celulares.


Em geral, as células tronco desenvolvem-se em três tipos:

Glóbulos vermelhos

Também conhecidos como hemácias, eles são chamados assim devido ao alto teor de hemoglobina, uma proteína avermelhada que contém ferro. A hemoglobina, por sua vez, capacita os glóbulos vermelhos a transportar oxigênio a todas as células do organismo.

Glóbulos brancos

Essas células são responsáveis por combater as infecções, destruindo diretamente as bactérias e vírus no sangue, além de produzirem globulinas, que fortalecem o sistema imunológico frente às doenças.

Plaquetas

Pequenas células que tomam parte no processo de coagulação sanguínea, pois se acumulam ao redor de uma lesão (cortes) e formam um “tampão” para interromper a perda de sangue.


A Anemia Aplásica é caracterizada pela destruição das células tronco, ou seja, dos glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e também das plaquetas. Isso ocorre porque, por um defeito, o sistema imunológico, que protege o organismo contra vírus, infecções, dentre outros perigos, passa a atacar as células saudáveis também. Assim, a Anemia Aplásica é denominada uma doença autoimune.  A doença afeta pessoas de todas as idades, etnias e sexo, mas é mais comum entre crianças, adolescentes e jovens adultos.

Vídeos relacionados
Back To Top