skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

Abrale solicita ao Ministério da Saúde que pacientes em programas de TMO sejam incluídos no grupo prioritário do Plano de Vacinação contra Covid

Com o objetivo de somar forças com a SBTMO e defender os direitos dos pacientes, reforçamos as orientações e recomendações médicas de vacinação contra a COVID-19

A Anvisa aprovou no dia 17/01/2021, o uso de duas vacinas produzidas em solo brasileiro, pelo Instituto Butantã (Coronavac) e Fiocruz (Astra Zeneca/Oxford). Ambas são instituições que têm sólido histórico no campo de ensino, pesquisa e desenvolvimento de imunizantes.  

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 já está sendo colocado em prática, conforme anunciou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A Abrale celebra esta conquista tão importante para vencermos o novo coronavírus em nosso País. Além de ser um grande passo para a saúde do Brasil.

Porém, nos preocupa o fato do transplante de medula óssea não estar contemplado nesta primeira etapa de vacinação, juntamente com pessoas consideradas grupo de risco.

Em 12 de janeiro, a Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea  (SBTMO) enviou um ofício ao Ministério da Saúde (http://bit.ly/sbtmo-oficio-ms-06-revisao-plano-vacina-covid), solicitando a inclusão dos pacientes em programas de transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH) autólogos e alogênicos no grupo prioritário.

O Plano, conforme se apresenta, insere apenas os “indivíduos transplantados de órgãos sólidos”, não levando em conta aqueles transplantados de células tronco-hematopoiéticas, que são igualmente considerados de alto risco para complicações e óbito por COVID-19.

A SBTMO, explica que esse pedido se justifica, uma vez que, o receptor de TCTH apresenta fragilidade imunológica. O paciente passa por um longo período de recuperação imunológica pós-transplante e é tido como imunossuprimido por vários anos, senão por toda a vida.  

A Abrale também se preocupa com esta situação

Com o objetivo de somar forças com a SBTMO e defender os direitos dos pacientes, reforçamos as orientações e recomendações médicas de vacinação contra a COVID-19 para pacientes em programas de Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas.

Enviamos um ofício para o Gabinete do Ministro da Saúde, Gen. Eduardo Pazuello, assim como para a área Secretaria de Vigilância em Saúde, responsável pela elaboração do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Em anexo ao ofício, foi encaminhado o material técnico elaborado pela SMBTO sobre o assunto. 

Trata-se de um documento no qual consta a análise das vacinas existentes hoje, de acordo com a sua classificação, para pacientes e familiares, elaborado pela infectologista e membro da SBTMO, Dra. Clarisse Machado, especialista em infecções e vacinação em pacientes submetidos a TCTH.

No material, que pode ser acessado aqui http://bit.ly/sbtmo-recomendacoes-vacina-covid-tcth, há ainda sugestão de um esquema vacinal com especificidades em regiões de transmissão acelerada e em centros fora do epicentro da pandemia.

Lembramos que todas as vacinas aprovadas em caráter emergencial até o momento são consideradas seguras para sua administração em pacientes receptores de TCTH.

Documento Abrale enviado para o Ministério da Saúde: http://bit.ly/3qIaJQx 

Conheça a notícia da SBTMO aqui: https://sbtmo.org.br/saibamais/pacientes-em-programas-de-tmo-ainda-nao-foram-incluidos-no-grupo-prioritario-do-plano-vacinacao-contra-covid-alerta-sbtmo

 

Fonte: Advocacy da Abrale

Back To Top