skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

“Salvem os pacientes”: Entenda a tag no Twitter que alerta sobre o fim do Transplante de Medula Óssea no Brasil

(Última atualização: 8 de janeiro de 2021)

Além da SBTMO, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia também alertou em comunicado sobre o prejuízo no tratamento caso a distribuição seja interrompida.

A hashtag ‘Salvem os Pacientes’ está em alta no Twitter na manhã desta segunda-feira (04) e alerta sobre um problema de saúde pública. Criada pela atriz e escritora, Duda Riedel, a tag visa explicar porque o Transplante de Medula Óssea está correndo o risco de acabar no Brasil..

No final de dezembro, a SBTMO (Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea) anunciou que um dos medicamentos essenciais na realização do transplante, o bussulfano, não será mais fabricado no país em 2021.

A associação revelou em um comunicado oficial que o laboratório francês Pierre Fabre, único aprovado pela Anvisa, anunciou em novembro que encerrou as atividades e suspenderá a produção do fármaco a partir de junho deste ano.

Em 2019, foram realizados no país mais de 3 mil transplantes de medula em adultos, 534 em crianças. Hoje, cerca de 5 mil pessoas esperam por esse tipo de transplante.

O bussulfano ‘prepara’ o corpo para realizar o transplante de medula óssea

O bussulfano é um remédio essencial para o paciente tomar antes de realizar o transplante, pois ele destrói as células doentes e prepara o organismo para receber as células saudáveis da medula do doador.

Além da SBTMO, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia também alertou em comunicado sobre o prejuízo no tratamento caso a distribuição seja interrompida.

‘Imagina você passar dois, quatro anos na fila, buscando um doador, e no momento que você encontra esse doador, não tem o medicamento disponível para você fazer esse tratamento’, ressaltou Tiago Cepas, coordenador da associação.

‘Salvem os pacientes’: Hashtag para dar visibilidade ao problema viralizou no Twitter

Em maio de 2019, Duda Riedel foi diagnosticada com leucemia e abordou sobre a doença e o tratamento de forma autêntica nas redes sociais. Ela se curou após o transplante de Medula Óssea e se tornou a porta-voz do direito dos pacientes que precisam da medicação que está em risco de acabar no país.

‘Se eu estou aqui hoje foi porque eu tomei essa medicação. Eu precisei dessa medicação e é desesperador você tem o doador, que é algo tão difícil de conseguir um doador compatível, aí você não tem a medicação? É como eu digo, eles estão tirando o direito à vida dos pacientes’, declarou a atriz em entrevista ao site G1.

Ela criou uma thread no Twitter explicando sobre o problema no último sábado (02) e o assunto ganhou força nas redes sociais. Na manhã desta segunda-feira (04), Duda recebeu o apoio das ex-‘A Fazenda 12’, MC Mirella e Stéfany Bays, seus fãs ‘Sterella’.

O movimento gerou mais de 270 mil tweets com a tag ‘Salvem os Pacientes’ e colocaram o assunto entre os mais falados no Twitter. Ele ganhou destaque e foi comentado na TV aberta no programa ‘Encontro’, no retorno de Fátima Bernardes ao matinal após tratar um câncer no útero.

A apresentadora falou sobre a mobilização, explicou sobre a iminente falta do bussulfano no país e suas consequências para o TMO. Fátima ainda disse que ‘a Anvisa informou que estuda medidas que possa favorecer o acesso a produtos similares’.

Fonte: MSN Brasil – Portal Jetss

Back To Top