skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO Como ajudar DOE AGORA

Mortes: Luta e coragem estavam no sangue de empreendedora social

Merula Steagall transformou em causa a busca por tratamento para sua doença

“Afinal, como diz nosso slogan, somos 100% de esforço onde houver 1% de chance.”

Foi assim que Merula Steagall, fundadora da Abrale (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia), concluiu artigo publicado na Folha em 21 de outubro, véspera de seu aniversário de 56 anos.

E foi com esse 1% de chance que sobreviveu ao longo de cinco décadas lutando contra uma doença rara, diagnosticada aos três anos. Portadora de talassemia, tipo de anemia grave e hereditária, ela fez mais do que contrariar o prognóstico médico de que não viveria além dos cinco anos.

Merula morreu na tarde deste sábado (12), depois de transformar em causa a luta por tratamento para sua doença pouco conhecida.

Em 2000, a administradora iniciava a trajetória como empreendedora social. Por mais de uma década, presidiu a Abrasta (Associação Brasileira de Talassemia) e possibilitou importantes avanços, impactando na maior sobrevida de pessoas como ela.

Em 2002, mobilizou um grupo de pacientes com câncer hematológico e seus familiares e fundaram a Abrale. O trabalho à frente da ONG lhe rendeu o Prêmio Empreendedor Social em 2013.

É Idealizadora do Todos Juntos Contra o Câncer, movimento que reúne mais de 200 organizações em prol da prevenção e controle do câncer.

“Não estaríamos no ponto em que chegamos no que diz respeito à atenção aos pacientes de câncer sem o protagonismo de Merula Steagall”, escreveu o médico Drauzio Varella, colunista da Folha, ao apresentar a autobiografia “A Coragem Está no Sangue”, lançada em 2019.

Com a saúde fragilizada, preparou a sucessão nas organizações. Criou o Instituto Merula Steagall e, por meio de um fundo patrimonial, planejou uma forma de preservar seu legado.

Casada com Denisarth, ela deixa três filhos, Dina, Daniel e Roberto. De ascendência grega e apaixonada por culinária, começou a estudar as propriedades de temperos naturais na pandemia.

Presenteou amigos e médicos com potinhos de especiarias, que incluíam cúrcuma, entre outras. O “Merula Mix” virou produto com renda revertida para a Abrale.

Era ao redor da mesa, servindo seu delicioso tzatziki, molho à base de iogurte e pepino, que Merula compartilhava os próximos capítulos de sua história de perseverança e conquistas.

Com um sorriso no rosto em seu corpo frágil, ela emanava a coragem com que se jogou em um salto de paraquedas. “Novos planos, novos projetos vão renovando minhas forças” era seu mantra.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Back To Top