skip to Main Content
11 3149-5190 | 0800-773-9973 FALE CONOSCO IMPRENSA Como ajudar DOE AGORA

Fevereiro Laranja pretende quebrar tabus da leucemia

Diagnóstico precoce aumenta chance de cura e controle

Fevereiro Laranja é a campanha de conscientização sobre as leucemias. As estatísticas relacionadas a essa doença no Brasil estimam mais de 11 mil novos diagnósticos apenas em 2023, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Ainda segundo o Inca, esse número representa um aumento de 7% quando comparado à estimativa do ano anterior.

Neste ano, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) pretende “quebrar tabus” sobre as leucemias e trazer mais informação para a sociedade, esclarecer as dúvidas e ampliar o entendimento sobre este tipo de câncer no sangue.

É importante que a população consiga compreender, com uma linguagem acessível, um pouco mais sobre a doença, ter informações dos dados em nosso país e também saber reconhecer sinais e sintomas que podem ajudar no diagnóstico precoce, fundamental para melhores desfechos do tratamento e qualidade de vida do paciente.

Recentemente, a Abrale realizou um mapeamento sobre a jornada dos pacientes com leucemia, que apresentou alguns dados preocupantes. Aproximadamente 50% dos entrevistados não conheciam nenhuma informação sobre a doença antes do diagnóstico. Isso demonstra um baixo grau de conscientização da sociedade em geral. Por isso é tão relevante quebrar os tabus.

Precisamos começar explicando, por exemplo, o que são as leucemias. Esse grupo de doenças ocorre quando os glóbulos brancos, responsáveis por combater as infecções do nosso corpo, acabam perdendo a função de defesa que eles deveriam ter e passam a se reproduzir de maneira descontrolada.

Sintomas como fadiga, febre, suor noturno, sensação de fraqueza, falta de ar, perda de peso intensa, dores nos ossos e articulações e até hematomas – aquelas manchas escuras de sangue que podem aparecer pelo corpo – sugerem que está na hora de procurar uma avaliação médica.

Um simples exame de sangue auxilia a detecção dessas alterações e pode dar início a uma investigação clínica mais profunda para a confirmação do diagnóstico. Como na maioria dos cânceres, quanto mais precocemente as leucemias forem diagnosticadas e tratadas, há mais chances de cura e controle.

Assim, é muito importante a gente falar sobre as leucemias, desmistificar a doença, informar para toda a população os tipos, como acontecem, quais são os principais sinais e sintomas e o que devemos fazer. Informação em saúde é um direito essencial do cidadão, ela de fato pode ajudar a salvar vidas!

No portal da Abrale, é possível encontrar todas as informações sobre os tipos de leucemia, sintomas, diagnóstico e tratamentos. Convido você a fazer uma visita ao abrale.org.br para conhecer a campanha Fevereiro Laranja e quebrar os tabus para que mais pacientes tenham acesso, no tempo certo, ao procedimentos e cuidados para sua doença.

Autora: Catherine Moura é médica sanitarista e CEO da Abrale

 

Fonte: O Tempo

Back To Top