Tel.: (11) 3149-5190 | 0800-773-9973

logo home

Exemplo de superação, moradora de Uberlândia recebe alta depois de mais de um ano internada para tratar leucemia

roberta

 

Uma moradora de Uberlândia recebeu alta hospitalar depois de ficar mais de 365 dias internada para tratar leucemia em uma unidade hospitalar. Ela chegou a perder os movimentos do corpo.

Roberta Tardelli, 45 anos, estava em um hospital particular paulista quando, finalmente, na última terça-feira (9), foi liberada (foto) para ir para casa. A saída foi comemorada pelos familiares e equipe médica.

Em setembro de 2017, ela foi diagnosticada com uma leucemia mieloide aguda. A paciente, então, conseguiu fazer o transplante de medula óssea. O doador foi o próprio filho dela.

Anteriormente, Roberta chegou a ganhar alta, mas descobriu que a doença havia voltado e precisou fazer sessões de quimioterapia.

Recaída

No processo, ela também foi diagnosticada com a chamada doença do "enxerto contra o hospedeiro", que é quando as células da medula óssea do doador atacam o receptor.

Vitória

Em março de 2019, a paciente começou a apresentar um quadro de confusão mental e teve que ser internada na Unidade de Terapia Intensiva, onde chegou a perder os movimentos do corpo.

No entanto, apresentou grandes avanços no tratamento da doença. Conforme apurou a produção do MG1, o tratamento foi longo, mas, agora, ela está recuperada e já pode curtir a família em casa.

 

Fonte: G1.globo 

Busca rápida


Importante!

Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. Em caso de dúvida consulte seu médico! O acesso a informação é um direito de todos.

 

logo rodape parceria social v02